SÃO CHICO, NA RBS MAIS UMA VEZ...

 LG PUBLIC

O veiculo de comunicação "RBS TV, reportou hoje(14), uma noticia relacionada a o andamento das "CASINHAS" do bairro João XXIII. A reportagem mostra claramente que a "CONSTRUTORA" que antes era responsável FALHOU no comprimento das suas obrigações com a obra.

LEIA A REPORTAGEM da RBS TV : Uma construtora de São Francisco de Assis, no Centro do estado, arrancou os vasos sanitários de imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida alegando que que não recebeu o pagamento pelo trabalho.

A construção das 38 casas do programa deveria ter sido concluída em janeiro deste ano, mas a obra está parada pela falta de dinheiro. A justificativa é a de que a empresa que venceu a licitação terceirizou o serviço com uma outra construtora, mas teria parado de fazer os repasses.

Alegando que não recebe o dinheiro, o proprietário da empresa terceirizada resolveu arrancar os vasos sanitários que ele tinha instalado nos imóveis. Uma outra empresa foi contratada para terminar a obra.

A prefeitura de São Francisco de Assis diz que foi feito um boletim de ocorrência junto à polícia por furto.

A procuradoria do município informou ainda que a maior parte dos recursos são repassados pelo governo federal, e que a contrapartida de responsabilidade da administração municipal já foi paga.

O prazo para a entrega da obra foi estendido para o dia 30 de outubro.

FONTE: RBS TV / G1


LINK PARA VOCÊ ASSISTIR E LER REPORTAGEM COMPLETA DA RBS TV:



ABAIXO ESTA A NOTA DE ESCLARECIMENTO DA COMISSÃO DE ACOMPANHAMENTO DE OBRA:

NOTA DE ESCLARECIMENTO



Os beneficiários do conjunto Habitacional Fioravente Santos Soares, Minha Casa Minha Vida do Bairro Ari Lopes, onde estão sendo construídas 38 casas reuniram-se com a equipe técnica responsável mais a comissão de acompanhamento de obras e decidiram destituir da construção a COOPERATIVA DE HABITAÇÃO HORIZONTES NOVOS DO BRASIL, pois a obra estar abandonada há vários meses por isso a comissão responsável pela fiscalização decidiu trocar de construtora, pois tem legalidade para isto.

Declaramos ainda que o Município de São Francisco de Assis em relação a esta obra, não possui nenhum vínculo com a empresa JSM e ELM Ltda de propriedade do Senhor Jorge Edilberto Marques ressalta-se que não possui dívida nenhuma com essa empresa.

O município de São Francisco de Assis é apenas um órgão fiscalizador, pois existe uma comissão dos beneficiários responsáveis pela obra, inclusive a contrapartida de obrigação do município está paga.


Assina a Comissão de acompanhamento de obra:

Srº Luiz Auri Gonçalves da Silva, Srª Sonia Corrêa Gripa e Srª Maria Medianeira Gomes Ramos

 ---------------------------------------------------

 ASSISTEC
Dom Aloísio após trabalhar oito anos na Diocese de Uruguaiana, agora assume nova missão como bispo de Santa Cruz do Sul (RS)
Tecnologia do Blogger.