Mais uma irregularidade na prefeitura...


O prefeito Rubemar Paulinho Salbego em portaria administrativa de n°420/2017, exonerou a servidora Miriam Lúcia Carvalho de Oliveira - Agente tributária do município - do cargo de secretaria adjunta da fazenda, onde recebia a remuneração referente ao um CC2, tal ato é datado de 30 de maio de 2017. O fato curioso é que essa servidora do município recebeu duas diárias no dia 07 de junho d e 2017, como secretária adjunta da fazenda, no valor de R$ 223,18 cada uma, mesmo já tido sido exonerada do cargo.
 No documento aonde foi registrado os detalhes do empenho dessas diária podemos verificar o seguinte histórico: "Ref. 02 diárias para viagem a Porto Alegre, participar de treinamento sobre administração publica municipal, dia 07.06.2017 com saída as 15:00hs e retorno 09.06.2017 as 23:00hs. (SEC. ADJUNTA DA FAZENDA)." Vale salientar que a secretária exonerada levou dos cofres do município a importância de R$446,36. Ficam os questionamentos:

1) Esse curso não seria para treinamento do secretário?

2) O prefeito realmente tomou conhecimento que foi creditado para a secretária exonerada essas duas diárias em data apos sua exoneração no dia 30 de maio?

3) Será que o prefeito é conivente com essa irregularidade?

4) Você lembra que essa secretária exonerada é a mesma do "episodio das pedras" e denunciada de estar recebendo valor correspondente a risco de vida para exercer fiscalização sem estar no exercício desse trabalho?

Tecnologia do Blogger.