Terceira idade: como ganhar massa muscular e retardar o envelhecimento

19:32:00



O processo de envelhecimento acarreta em uma perda de massa muscular natural, que tende a trazer dificuldades na rotina dos idosos. Pessoas sedentárias e que não ingerem uma quantidade suficiente de proteínas por dia podem acabar sofrendo sérias consequências com a perda dos músculos na terceira idade.

Perder massa muscular significa também perder força, o que faz com que o idoso se torne cada vez mais incapaz de fazer atividades básicas do dia a dia. No entanto, com treinamentos musculares e uma alimentação correta, é possível manter a força durante a terceira idade e retardar o processo de envelhecimento.

Para muitas pessoas, viver muito e com pouca qualidade de vida não tem muito sentido, já que fraqueza causa dependência e incapacidade física. Para quem quer prolongar a vida e também a saúde, nada melhor do que começar a pensar seriamente em ganhar músculos e reduzir o enfraquecimento do corpo.

A redução da musculatura nessa fase pode também estar relacionada à doenças, como desnutrição, deficiências hormonais, dentre outras. Caso conste no diagnóstico algum desses fatores, o ideal é ir ao médico a fim de reverter a situação para que se inicie as práticas de ganho de massa.

O recomendado é começar a musculação antes mesmo de chegar na terceira idade. Para quem já passou dos 50 anos, iniciar as atividades musculares pode ajudar a ganhar massa muscular e retardar as dificuldades que começam a aparecer depois dos 60 anos, além de reduzir o risco do aparecimento de doenças crônicas.

Quanto mais cedo você começar, mais rápido irá experimentar os bons resultados do aumento da capacidade e força física. Procure manter-se motivado durante todo o processo de treinos e insira os exercícios na sua rotina de forma fixa. O ideal é que você nunca pare de se exercitar, mesmo depois de ver os resultados do ganho de massa muscular.


Alimentação adequada

Ganhar massa muscular depois dos 60 anos significa também fazer algumas alterações na rotina, para que os exercícios tragam o resultado desejado. Na maioria dos casos, é quase impossível não mudar também a dieta, pois o ganho de músculos envolve também uma boa alimentação e um alto consumo de proteínas.

Para quem está se aproximando da terceira idade, os ácidos graxos e principalmente o ômega 3 vem mostrando bons resultados em pesquisas relacionadas a perda muscular em idosos. Consumir óleo de peixe com frequência diária ajuda a dobrar a massa muscular, intensificando os resultados dos treinos.

Além disso, lembre-se de ter uma dieta regrada, rica em nutrientes diversos e com horários determinados. Se você começar a treinar, provavelmente irá receber dicas na academia de como se alimentar de forma adequada para impulsionar o resultado dos treinos. Siga as regras com disciplina para alcançar bons resultados.


Exercícios anaeróbicos

A musculação é a única atividade capaz de aumentar a massa muscular. Na terceira idade, o exercício é válido e pode melhorar muito a qualidade de vida e a rotina de quem pratica com seriedade. No entanto, é importante ter um acompanhamento para fazer os exercícios de acordo com a própria capacidade.

Quem já está sofrendo com a perda muscular deve tomar mais cuidado, começar devagar e seguir as orientações de um profissional de saúde durante os treinos. Para quem não pratica atividade física, na terceira idade, é comum que a perda muscular seja de 0,5% a 2% no período de um ano.

Com o tempo, o idoso começa a experimentar uma fraqueza até para levantar objetos leves, além de dificuldade de locomoção. No entanto, mesmo que a perda muscular já tenha alcançado algum nível, é sempre possível recuperar a força muscular através de uma rotina disciplinada de atividade física anaeróbica.

O Blog do Lauro indica para você a melhor academia da cidade; ESPAÇO FITNESS.






Fonte: www.planodesaude.net.br

LEIA TAMBÉM

0 comentários

Subscribe