OS REFLEXOS DA HONESTIDADE NA ECONOMIA



Ao contrário da corrupção, a honestidade na política traz relevantes benefícios para economia de um país. Como já comentado no artigo anterior, de acordo com a publicação da ONG Transparência Internacional, que analisa a corrupção mundial, o Brasil aparece apenas na 96ª posição, no quesito honestidade.

Honestidade, sinônimo de correção, lealdade, seriedade, etc, normalmente os especialistas não costumam considerar estes adjetivos na economia, mas seus efeitos multiplicadores são excelentes para o desenvolvimento de um país. Pois quanto mais confiáveis são os representantes, maiores serão os investimentos, os acordos comerciais, há grande diminuição da sonegação fiscal, uma vez que os contribuintes podem confiar que os tributos pagos serão bem aplicados e contribuirão para diminuir as desigualdades sociais, as indústrias irão produzir mais e gerar emprego, enfim, haverá incremento em toda a atividade econômica, que contribuirá para a melhoria da qualidade de vida em geral da população.

Como evidência desses efeitos positivos, cita-se a Dinamarca (país mais honesto do mundo nos últimos 20 anos), onde apenas 5 % das pessoas não confiam nos políticos, enquanto que no Brasil este índice de desconfiança chega a 75 %.

Relação dos países mais honestos do Mundo em 2017 (ONG Transparência Internacional)




De acordo com a ONG, a maioria dos países fez pouco ou nenhum progresso para acabar com o problema no último ano. O índice usa uma escala de 0 a 100, sendo 0 (zero) o mais corrupto e 100 representaria um país sem corrupção. Mais de dois terços dos países tiveram nota abaixo de 50, sendo que a média mundial foi de 43.

Dos países mais honestos do mundo, merece destaque, como dito, a Dinamarca, que aparece em 2º lugar em 2017, mas em primeiro até 2016. Já o país mais corrupto do mundo, segundo a ONG é a Somália com apenas 9 pontos no quesito honestidade.

Veja a reportagem, no vídeo abaixo, sobre a Dinamarca, que bem ilustram os efeitos multiplicadores da honestidade na economia.



Assista o vídeo abaixo:









Tecnologia do Blogger.