POLICIA CONCLUI QUE YURI FOI MORTO POR "MOTIVO FÚTIL"



O menino que esfaqueou Yuri Cheron Prazer foi indiciado pelo ato infracional de homicídio qualificado por motivo fútil.

De acordo com o delegado Marcos Viana, responsável pelo caso, o "motivo fútil" foi uma discussão por causa de um cigarro. O menor infrator está internado no Centro de Atendimento Socioeducativo de Santa Maria.
Tecnologia do Blogger.