SECRETÁRIO DE OBRAS É CONDENADO POR AGREDIR O RADIALISTA VALDEVI MACIEL

O radialista Valdevi Maciel, na Delegacia de Polícia, após sofrer o crime de tentativa de homicídio.

Não há valor que repare a humilhação sofrida, mas a justiça começa a ser feita em São Francisco de Assis. Para quem dizia e apostava que tudo ficaria impune, pois agora fica o exemplo para ser seguido. O motorista da prefeitura e atualmente secretário de Obras do município, Miguel Floreni Berens Lamberti foi condenado pelo Juizado Especial Civil da Comarca de São Francisco de Assis, a indenizar por danos morais sofridos pelo radialista Valdevi de Lima Maciel, que teve sua integridade corporal lesada, no valor de R$ 10.000,00 a ser atualizado pelo IGP-M, desde o arbitramento e corrigido com juros de 1% ao mês, desde a citação. Essa sentença é em primeiro grau podendo haver apelação para outra instância judicial. Vale salientar que Miguel ainda responde ação criminal por tentativa de homicídio.

Atuou nesta ação judicial o advogado Altemir Ramos, que buscou fazer justiça ao atentado covarde acontecido em 10 de maio de 2018, onde os radialistas Valdevi de Lima Maciel e Lauro Gonçalves da Silva foram vitimas de agressão por parte de Miguel Lamberti, na esquina das ruas 13 de janeiro e João Bastos de Aguiar, quando saiam da Rádio Sentinela Pampeana, onde apresentam o programa "Sala de Notícias", resultando em vários faconaços, sendo que dois atingiram o radialista, um na cabeça - que levou 9 pontos - e outro na altura da face.

Diz a autoridade competente em sua sentença: "É incontroverso, nos autos, a desavença ocorrida entre as partes no dia 10 de maio de 2018, no cruzamento entre as ruas João Bastos de Aguiar e Treze de Janeiro, quando o autor, acompanhado de seu colega de trabalho Lauro Gonçalves, avistou o réu descendo de seu veículo e gritando 'vou matar vocês'. Na ocasião o requerido, de forma imprevisível, passou a desferir-lhe golpes de facão atingindo-o na cabeça e na face. Os atestados médicos e os laudos periciais acostados aos autos, além do arquivo de mídia, revelam a extensão das lesões sofridas pelo autor, as quais geraram cicatrizes aparentes".
Tecnologia do Blogger.