DESCOMPOSTO VEREADOR VASCO CARVALHO PERTURBA O TRABALHO DOS VEREADORES E FOGE DA POLÍCIA


Na última sexta-feira (06/03) a vereadora Jussara Matheus (PDT) presidiu mas uma reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito, que averígua irregularidades nas doações de terrenos - a farra dos terrenos - na atual administração municipal de São Francisco de Assis. A reunião foi realizada no plenário da câmara, e lamentavelmente mais uma vez foi solicitada a presença dos policiais da Brigada Militar, porém desta vez foi para conter o vereador Vasco Henrique Carvalho (MDB), atual presidente daquela Casa Legislativa, que estava descomposto.

Ocorre que durante os trabalhos da comissão, o vereador Vasco Carvalho se insurgiu contra a presidente da CPI - vereadora Jussara Matheus - aos gritos, violando o silêncio regimental da câmara que ele preside, portanto é quem deve dar o primeiro exemplo. Vale lembrar que o vereador Vasco Carvalho não participa da Comissão Parlamentar de Inquérito, por esse motivo não pode interromper os trabalhos da mesma, sendo que a maior autoridade naquele momento era a presidente da CPI e não o presidente da Casa.

A vereadora Jussara Matheus solicitou reiteradamente silêncio ao vereador Vasco Carvalho, sendo que ele não obedeceu a ordem e continuou afrontando a autoridade da presidente da comissão. Sem ter outro instrumento de ação a vereadora Jussara Matheus solicitou a intervenção da Brigada Militar para efetuar um Boletim de Ocorrência Policial. A reunião foi suspensa até a chegada dos policiais, mas infelizmente a Brigada Militar não compareceu no local alegando que estavam atendendo outra ocorrência. Foi que o vereador Vasco Carvalho aproveitou a oportunidade e se retirou às pressas da Câmara, para evitar maiores escândalos. 

A vereadora Jussara Matheus registrou que foi desrespeitada pelo Vereador Vasco Carvalho, por ela ser mulher, deduzindo ser o motivo pelo qual o vereador não obedeceu a ordem de silêncio.
Assim falou a vereadora Jussara: “Se os colegas do meu partido estão achando que eu estou fazendo tramoia, para mim isso não interessa, porque a CPI vai continuar, se não tem erro, não tem porque de estarem fazendo o que estão fazendo, tendo este tipo de atitude vergonhosa, porque esse tipo de atitude só envergonha a gente como vereador que quer fazer a coisa certa (...) fui tão desrespeitada e me senti tão pequena como mulher, sabe que isso não vou admitir mais, foi a última vez que fui desrespeitada nesta casa, senhor presidente Vasco Carvalho, que fique bem claro isso".


Fonte: Clic Redação
Tecnologia do Blogger.