Começou a campanha para as eleições municipais




Hoje(27), foi dada a largada para todos que irão concorrer a candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições municipais de 2020. Conforme prevê a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (STF) está libera a propaganda eleitoral. A partir desta data, santinhos, folhetos, volantes e outros materiais impressos podem ser distribuídos. No entanto, o material deve ser editado sob a responsabilidade do partido, coligação ou candidato político.


Estão proibidas a confecção, utilização e distribuição por comitês partidários — ou com a sua autorização — de camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas e outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagens ao eleitor.


Já a colocação de mesas para distribuição de material de campanha e a utilização de bandeiras ao longo das vias públicas estão autorizadas pelas autoridades eleitorais, desde que móveis e que não dificultem a passagem de pessoas e veículos. A mobilidade estará caracterizada pela colocação e retirada dos materiais entre 6h e 22h.


Outras estratégias tradicionais, tais como carreatas e o corpo a corpo com os eleitores podem ser comprometidas pela pandemia do novo coronavírus. A crise sanitária provocou o adiamento do calendário eleitoral, remarcado para os dias 15 e 29 de novembro, datas do primeiro e segundo turno, respectivamente.


No entanto, os chamados "showmícios" estão proibidos, assim como eventos assemelhados para a promoção de candidatos e a apresentação — remunerada ou não — de artistas. A restrição não atinge candidatos da classe artística, que poderão exercer a profissão no período eleitoral, desde que não envolva animação de comício, participação em programas de rádio e de televisão ou alusão à candidatura ou campanha.

Tecnologia do Blogger.