REGIÃO DE SANTA MARIA PASSA PARA BANDEIRA VERMELHA




O governo estadual divulgou, no final da tarde desta sexta-feira (11/09), o mapa preliminar da 19º rodada do modelo de Distanciamento Controlado. A região de Santa Maria, que engloba 32 municípios do Centro do Estado, passou de bandeira laranja para bandeira vermelha, que indica risco alto de transmissão do coronavírus.


Também ficaram em risco alto Porto Alegre, Erechim e Palmeira das Missões (que já estavam na vermelha na última semana), além de Guaíba, Passo Fundo e Caxias do Sul. 


O município de São Francisco de Assis que estava a vários dias na bandeira laranja (risco médio), recebeu essa notícia, da bandeira vermelha de alto risco. A região de Santa Maria , na qual São Francisco está situada, teve piora nos indicadores da Covid-19. Porém, São Francisco de Assis não temos nenhum caso de coronavírus ativo no município.


O QUE MUDOU


De acordo com os dados, a Região Santa Maria piorou no indicador de hospitalizações confirmadas para a Covid-19 nesta semana: houve aumento de 117% entre as duas últimas semanas, passando de 23 na semana anterior para 50 nesta. Isso representa 9,06 hospitalizações para cada 100 mil habitantes e acende alerta para bandeira preta neste indicador.


Também houve piora no indicador referente ao estágio da doença (a relação de casos ativos e recuperados), que registrou 523 casos ativos para 1.212 casos recuperados nos últimos 50 dias anteriores ao início da semana.


O registro de óbitos também aumentou, passando de quatro na semana passada para sete nesta semana na região. Isso impacta também no indicador de projeção de óbitos, que aumentou.


A macrorregião Centro-Oeste, que também inclui a Região Uruguaiana, piorou nos indicadores referentes ao número de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e Covid-19 em leitos de UTI (passou de 37 para 43 pacientes com SRAG e 27 para 34 com Covid), além da capacidade de atendimento, que teve diminuição de UTI livres para ocupados. Isso também impactou na Região Santa Maria.


MAPA DEFINITIVO


As regiões podem entrar com recurso para pedir reclassificação de bandeira em até 36 horas. Os pedidos serão analisados na segunda-feira pelo Gabinete de Crise e o mapa definitivo é divulgado durante a tarde. As regras mais rígidas passam a valer na terça-feira. Até lá, a região de Santa Maria pode seguir com os protocolos da bandeira laranja.


Além disso, as regiões também podem entrar no modelo de cogestão - Santa Maria não participa até agora. Se o plano elaborado pela região, com dados obtidos a partir da formação de um Comitê Científico, for aprovado pelo governo, os protocolos podem ser menos rígidos que os da bandeira vermelha, mas não iguais ou menores do que a da laranja.



MUNICÍPIOS DA REGIÃO


Agudo

Cacequi

Capão do Cipó

Dilermando de Aguiar

Dona Francisca

Faxinal do Soturno

Formigueiro

Itaara

Itacurubi

Ivorá

Jaguari

Jari

Júlio de Castilhos

Mata

Nova Esperança do Sul

Nova Palma

Paraíso do Sul

Pinhal Grande

Quevedos

Restinga Seca

Santa Maria

Santiago

SÃO FRANCISCO DE ASSIS

São João do Polêsine

São Martinho da Serra

São Pedro do Sul

São Sepé

São Vicente do Sul

Silveira Martins

Toropi

Unistalda

Vila Nova do Sul


REGRA o-o


Dos 32 municípios da região, 23 cidades podem adotar o protocolo da bandeira laranja, mesmo se a região ficar em definitivo na vermelha, por conta da Regra 0-0, que vale para locais que não tenham registrado nem óbitos nem hospitalizações associadas à Covid-19 nos últimos 14 dias:


Capão do Cipó

Dilermando de Aguiar

Faxinal do Soturno

Formigueiro

Itacurubi

Ivorá

Jaguari

Jari

Mata

Nova Palma

Paraíso do Sul

Pinhal Grande

Restinga Seca

SÃO FRANCISCO DE ASSIS

São João do Polêsine

São Martinho da Serra

São Pedro do Sul

São Sepé

São Vicente do Sul

Silveira Martins

Toropi

Unistalda

Vila Nova do Sul

Tecnologia do Blogger.