Retorno das aulas no RS pode acontecer a partir da próxima semana, propõe governador



O governador Eduardo Leite apresentou nesta terça-feira (1º) o plano de retomada das aulas, durante live realizada junto com o secretário da Educação Faisal Karam. Pelo plano, a Educação Infantil retorna na próxima terça-feira (8), sendo o primeiro a retornar. O Ensino Técnico, Médio e Superior retornará dia 21 de setembro, com a rede estadual retornando no dia 13 de outubro. O Ensino Fundamental para séries finais retorna dia 28 de outubro e para séries iniciais em 12 de novembro.

A proposta inclui um modelo híbrido, e segundo o governo nenhum aluno será obrigado a ir às aulas presenciais. Também será feita uma contratação emergencial em função de professores e funcionários do grupo de risco, que não poderão ir às escolas.

O novo cronograma foi apresentado pelo governo primeiro aos prefeitos em reunião com a Famurs (Federação das Associações de Municípios do RS), Ministério Público e TCE (Tribunal de Contas do Estado).

O primeiro cronograma apresentado pelo Estado – agora já descartado – previa a retomada de aulas a partir da última segunda-feira (31). Aquela proposta foi rejeitada por 94,6% dos prefeitos gaúchos. A partir daí, o governo do Estado decidiu construir um cronograma, prevendo um adiamento de até 15 dias do plano inicial.

O governo destacou que o retorno não será obrigatório e que a volta às aulas só será permitida para regiões com bandeira amarela ou laranja no modelo de distanciamento controlado.

Até aqui, as propostas de retomada das aulas presenciais têm sido criticadas não só por prefeitos, mas também pelos principais sindicatos de professores da rede particular e pública. Essas entidades consideram insegura a retomada das aulas enquanto não houver queda consistente de mortes no Estado.

Na live desta terça, no entanto, o governador lembrou que as datas são previsões e que serão confirmadas ao longo das semanas conforme os dados em relação ao coronavírus. ( O Sul )





Tecnologia do Blogger.